MANOEL E ANA - MARÇO 2006


Somos únicos um para o outro, sem medos, sem passado, sem tristeza. Os acontecimentos do passado são apenas sombras que foram dissipadas pela ação do espírito em nossos corações.

Somos únicos um para o outro, sem medos, sem passado, sem tristeza. Os acontecimentos do passado são apenas sombras que foram dissipadas pela ação do espírito em nossos corações.

Somos únicos um para o outro, sem medos, sem passado, sem tristeza. Os acontecimentos do passado são apenas sombras que foram dissipadas pela ação do espírito em nossos corações.
“Dar-lhe-eis um só coração um só coração e um só caminho, para que me temam todos os dias, para seu bem e bem de seus filhos” Jr 32:39

O versículo acima faz parte do texto bíblico da ministração proferida pelo Pastor celebrante de nosso casamento e, tem se cumprido em cada um dos dias desses onze meses de união matrimonial.
Eu e Aninha estávamos divorciados, solitários e tristes.
Nós dois passamos pela experiência nada agradável de tentar salvar um casamento já morto há muito tempo. Tanto eu como ela lutamos contra o divorcio por causa de nossos princípios cristãos, mas foi inevitável. Não somos a favor do divórcio mas nos nossos casos foi a única alternativa, foi a válvula de escape para que pudéssemos continuar a viver . Os anos que convivemos e suportamos as traições, os desaforos e humilhações de nossos companheiros anteriores podem ser comparados aos campos floridos consumidos por gafanhotos, nossa terra se tornou devastada e de luto, o grão foi destruído , o vinho novo secou e faltou o óleo, acabou a nossa alegria (Joel 1) e por causa disso nos sentíamos derrotados como cristãos. No tempo que antecedeu o divórcio pessoas nos fizeram sofrer, nos machucaram, nos frustraram, mas não tiveram o poder de nos afastar do grande amor do Pai. Minaram nossas forças físicas e emocionais, mas não perdemos a fé, não desistimos de ser fiéis a Cristo. As crises e os divórcios derrubaram o altar do casamento, a base da família, mas não puderam derribar o altar do Espírito Santo dentro de nós e, por causa disso nos fortalecemos na certeza de que toda aquela aflição era passageira e de que podíamos ter a esperança de encontrarmos um amor verdadeiro.
Os nossos cadastros no www.amoremcristo.com.br foram feitos quase na mesma época . Um dia o site me mandou um e-mail com os novos perfis e quem eu encontro lá? Claro, a “AnninhaLuz”. Eu estava realmente procurando alguém , fiz contato com algumas moças mas se tornaram apenas boas amigas, o mesmo aconteceu com a Ana antes de me conhecer.
Mas... conosco foi diferente: a cada mensagem crescia em nós o desejo de nos encontrarmos. Trocamos alguns telefonemas também e, orando sobre isso, após dois meses marcamos o primeiro encontro para o dia 15 de setembro de 2004. Conversamos muito, nos abrimos um para o outro, falamos de nossas vidas, das dificuldades nos casamentos anteriores, de nossas frustrações, mas também falamos de nossas esperanças e perspectivas. Passeamos, fomos ao cinema, rimos bastante!. Naquele dia nos tornamos amigos, percebemos que entre nós havia algo além das afinidades: já havia cumplicidade.
Sábado , dia 18/09 ela viria para Campinas conhecer a minha igreja, fui buscá-la na rodoviária e lá mesmo a pedi em namoro. Ela aceitou e selamos aquele momento com um beijo e uma oração. Parecia o primeiro de nossas vidas! Naquela noite eu ministraria uma palestra aos integrantes do Ministério de Louvor e com o coração já cheio de amor por minha amada, a apresentei á minha igreja como a minha namorada, para surpresa e alegria de todos que estavam ali, inclusive de meu pastor que conhecia tão bem minha história e orava por minha restauração.
Havíamos orado ao Senhor pedindo uma confirmação sobre a vontade Dele em nossas vidas, quanto ao nosso namoro, que nossos filhos nos aceitassem e se aceitassem mutuamente.Nossa surpresa: o primeiro encontro deles aconteceu dia 03/10/04 mas davam a impressão que já se conheciam há muito tempo e já se consideravam “irmãos” . Nossos familiares também se regozijaram conosco e quando começamos a preparação para o noivado e casamento, se envolveram de tal modo que era como se fosse o nosso primeiro casamento, o que nos deixavam mais feliz ainda!
Noivamos dia 28/11/04 e nos casamos em 16 de abril de 2005. Essas datas foi o Senhor quem colocou em nossos corações e hoje sabemos que faz parte do processo de restituição do Espírito santo, que deseja nos curar inclusive de datas anteriores que só nos trouxeram amarguras.
Celebramos a união de nosso amor num Culto de Adoração ao Senhor e em nossos corações: FESTA, muita FESTA! Tudo o que sentimos naquele dia em todos os demais até hoje, podemos resumir numa palavra: RESTITUIÇÃO! E isso é tão claro que nem parece que estivemos divorciados antes. Este é para nós, como se fosse o primeiro casamento de nossas vidas. Somos únicos um para o outro, sem medos, sem passado, sem tristeza. Os acontecimentos do passado são apenas sombras que foram dissipadas pela ação do espírito em nossos corações. Estamos em lua de mel!!! Sim!!! E queremos estar durante os próximos quarenta anos (ou mais!) cultivando o nosso amor, nossa fidelidade, nosso companheirismo!
Nossa família é diferente da tradicional. “Adotamos” os filhos um do outro. Não somos o pai e mãe tradicionais, mas somos o “paimigo” e a “mãemiga” de três adolescentes abençoados que são a alegria de nossas vidas.
Este testemunho é para a honra e glória do senhor e também para sugerir a você que ainda está esperando por alguém , que não desista de esperar em Deus, que você possa entregar-se totalmente nos braços Dele, pois somente Ele tem o melhor pra você. Nunca desista de seus sonhos, vá em frente, ore, busque em Deus e valorize as pessoas que te amam, pois você é especial!

Agradecimentos:

Ao Eterno Deus, o nosso Pai, o Amado de nossas almas que, em sua terna bondade e tão doce amor, escreveu a nossa historia, guardou as nossas vidas e guiou o nosso destino até nos encontrarmos: “A Ti, nos rendemos com louvor, com gratidão e com amor!”
A Igreja Batista Central de Nova Odessa e a Igreja Presbiteriana do Jd Nova Europa - Campinas, aos nossos pastores, aos nossos líderes e a todos os irmãos que, nos cercaram de orações e com terno amor e dedicação cuidou de nós e de nossos filhos nos períodos áridos que passamos. Vejam: “o inverno realmente passou e chegou o tempo de cantar!... Pois o choro durou uma noite inteira, e ela foi longa, mas amanheceu!!!”
E... especialmente: Ao site www.amoremcristo.com.br que proporcionou o nosso encontro. Louvamos ao Senhor pela direção do mesmo, por se colocar diante de Deus como um instrumento de restauração de vidas.

Manoel(Anjo44) e Ana(Anninhaluz)